Meus Assuntos
Ir para o topo
Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compatilhar em outra redeSocial
Projeto Integrado
Wearable para Prematuros
Equipe
Bibiana, Leandro Jardim, Patricia Vieira de Matos
Orientador(es)
Heli Meurer, claudio salvalaio
20 de Julho de 2017
Wearable para Prematuros

Contextualização

Definição do Tema

TEMA: Roupa para bebês prematuros que ainda estão na UTI neonatal, que transmite informações do paciente para alertar as enfermeiras e médicos sobre qualquer necessidade.

Questões Projetuais

O QUE?

O projeto consiste no desenvolvimento de uma roupa que auxilie no monitoramento de bebês prematuros que estão em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de hospitais. A vestimenta contará com dispositivos que informarão a equipe de enfermagem e médicos de plantão, através de um app, os sinais vitais, nível de oxigenação e temperatura do recém-nascido.

 

POR QUE?

Todo ano cerca de 15 milhões de bebês nascem prematuramente no mundo. Além de ser a maior causa de morte entre crianças de até quatro semanas de vida, também pode ocasionar em diversas complicações futuras, como cegueira e má formação cerebral. Os problemas mais preocupantes são respiratórios, cardíacos, intestinal, cerebral e imunológicos, agravando as infecções. Além de todos os problemas físicos que podem causar ao bebê, existe também a questão emocional dos pais. Ver o seu filho cheio de tubos e fios é uma situação estressante, algo que queremos amenizar. 

 

COMO?
VestimentaPrematuros_Bibiana_Leandro_Patricia-01.png

 

QUAIS TECNOLOGIAS?

Para a produção e comercialização do produto e aplicativo serão utilizados as seguintes tecnologias:

- Sensores sem fio com comunicação via Bluetooth ou wi-fi (será definido no andamento projeto) com o aplicativo.Eles medirão:

- Saturação de oxigênio;
- Frequência cardíaca; - Frequência respiratória;
- Pressão arterial;
- Temperatura

- Tecido impermeável, de fácil higienização, antibacteriano e que se adapte aos movimentos do bebê, sem machucá-lo;
- Aplicativo para celular e tablet que receberá as informações da criança obtidas através dos sensores.

Infográfico

@Infográfico_BabyCare.png

Pesquisa com Usuários

Antes de qualquer pesquisa mercadológica, precisamos compreender como é uma UTI Neonatal, quais fatores são monitorados, e como são monitorados, além de possíveis problemas no ambiente e nos aparelhos. Para isto, entrevistamos Michele Campos Otani, médica neonatologista, responsável técnica da UTI Neonatal do Hospital Vida e Saúde, de Santa Rosa/RS e Cristiane Magdalena Schaedler, enfermeira supervisora da UTI Neonatal do Hospital Vida e Saúde, de Santa Rosa/RS.

Confira abaixo a entrevista completa:

Quais as maiores preocupações da equipe médica quanto ao prematuro?
MO: Morbidade e mortalidade, ou seja, taxa de sobrevivência com o mínimo de sequelas.
CS: Prevenir complicações decorrentes da prematuridade, como sangramento intracraniano, problemas respiratórios, sepse, prevenindo possíveis sequelas e melhorando a qualidade de vida.

O que é monitorado em cada bebê?
MO: A cada 3h: Temperatura, frequência cardíaca e respiratória, saturação de oxigênio, diurese e evacuações. Entrada de fluídos.
HGT e pressão arterial conforme prescrição médica.
Peso a cada 24 ou 48h. Perímetro cefálico 3x/semana, comprimento 1x/semana. Prematuros extremos abaixo de 1kg tem manuseio mínimo, a cada 6h e só são pesados com 7 dias.
CS: Funções vitais como frequência cardíaca, frequência respiratória, pressão arterial, temperatura, oximetria.

Como são feitos estes monitoramentos?
MO: Usamos oxímetros com sensor pra frequência cardíaca e saturação e medida de pressão arterial (com manguito). Termômetro digital ou sensor de temperatura da incubadora ou do berço aquecido. A frequência respiratória é contada visualmente pela técnica de enfermagem ou se a criança estiver em ventilação mecânica o respirador mostra. As fraldas são pesadas antes e depois. 
Os berços aquecidos atualmente só funcionam com o sensor de pele e temperatura. Tu seleciona a temperatura que você quer que o bebê tenha e o berço regula para mais ou menos, para manter a criança na temperatura desejada.
CS: Utilizando monitor multiparamétrico e vigilância continua da equipe multidisciplinar

Teria mais algo para ser monitorado?
MO: Não.
CS: Não*

Qual equipamento é mais difícil de usar no bebê?
MO: Medir pressão arterial em prematuros extremos (as vezes o aparelho não consegue ler).
CS: Esfigmomanômetro

Os fios atrapalham a equipe na hora de movimentar o bebê?
MO: Sim, principalmente crianças em ventilação mecânica. Deve ser feito por 2 pessoas ao mesmo tempo.
CS: Sim, pois qualquer descuido pode ocasionar evento adverso como extubação acidental, por exemplo.

Quanto à roupa, o quanto o bebê prematuro pode ser coberto?
MO: Precisamos visualizar padrão respiratório, cor, possíveis lesões de pele. Se estiver em fototerapia, deve ter o máximo de superfície exposta.
CS: O ideal é mantê-lo visível para vigilância continua da equipe.

É melhor ter acesso as informações individualmente ou em uma central?
MO: Ambos
CS: Penso eu que central, para melhor controle.

Seria interessante ter acesso ao histórico do bebê e avisos sobre vacinas e remédios através de um aplicativo único?
MO: Sim, vacinas (somente no caso de bebês que ficam mais de 1 mês), coleta e recoleta de teste do pezinho, realização de ecografia transfontanelar.
CS: De extrema importância pois prematuros tem vacinas, exames específicos.

Como é o ambiente na UTI? Barulhento? Muitas pessoas?
MO: Temos som ambiente (música de ninar), eventualmente alarmes de sensores. Evitamos falar muito alto. Crianças em UTI não devem ser expostas nem a barulho excessivo nem ao silêncio completo.
CS: Ambiente é barulhento (alarmes, monitores), quantitativo de pessoas, luminosidade, manuseio frequente. Importante proporcionar momentos de penumbra, silêncio, aproximação/vínculo com os pais.

Qual temperatura ambiente é ideal para o bebê?
MO: 24/26°C
CS: 24/25°C

Como funciona a visita dos pais na UTI Neonatal?
MO: No Hospital Vida e Saúde os pais têm acesso livre (um de cada vez), exceto nas trocas de plantão ou quando estamos realizando procedimentos. Alguns hospitais limitam o acesso. 
CS: É liberada a presença nas 24h, exceto nas trocas de plantão.

Quais são as maiores reclamações dos pais?
MO: Não tiveram nenhuma reclamação.
CS: Não teve reclamação.

 

CONCLUSÕES

 A partir dessa pequena entrevista, podemos concluir que:

  1. Os fatores que podem ser monitorados pela roupa são:
    1. Temperatura
    2. Frequência cardíaca
    3. Frequência respiratória
    4. Saturação de oxigênio
    5. Pressão arterial
    6. Peso
  2. O produto deverá ser pequeno, pois deve cobrir o mínimo possível do bebê
  3. Deverá ter dois métodos de visualização do aplicativo:
    1. Individual, com as informações mais detalhadas do bebê;
    2. Geral, somente com as informações mais relevantes
  4. O aplicativo deve emitir avisos sonoros e visuais, mas não muito extravagantes;
  5. Possibilidade de cadastro de vacinas, exames e laudos médicos.

 

Wearable para Prematuros

Desconstrução (Análises)

Termos Pertinentes ao Projeto

 

DIURESE

Diurese é a produção de urina pelo rim.1

ESFIGMOMANÔMETRO

 Aparelho de pressão; Consiste num sistema para compressão da artéria braquial. 2

EXTUBAÇÃO

Retirada da via aérea artificial depois de atingidos os parâmetros que garantam a respiração espontânea definitiva.3

FOTOTERAPIA

[...]tratamento baseado na interação da irradiação eletromagnética da luz com os tecidos biológicos.4

HGT

Hemoglucoteste, teste do nível glicemial

INTERFACE

Meios planejadamente dispostos sejam eles físicos ou lógicos com vista a fazer a adaptação entre dois sistemas 5
É por trás da interface que encontram-se o design de interação e a arquitetura da informação. Interface é o que é visto, ouvido e sentido pelos usuários, e onde muitas questões do design de interação são realizados, como saber como o usuário se envolve com um produto e como este deve responder.6

OXÍMETRO

Dispositivo médico que mede indiretamente a quantidade de oxigênio no sangue de um paciente.7

SOFTWARE

Sequência de instruções a serem seguidas e/ou executadas, na manipulação, redirecionamento ou modificação de um dado/informação ou acontecimento.8

WEARABLE

[...] interação humano-máquina, onde os gadgets estão diretamente conectados com usuário, em termos gerais, o usuário estaria “vestindo seu gadget”.9
[...]sistema computacional que se pode vestir tal como uma peça de roupa ou de joalharia. 10
   

Produtos de Referência e Semelhantes

A busca por produtos semelhantes e de referência é de extrema importância. O primeiro irá dar uma base para o que já existe no mercado, evitando que seja produzido algo que já exista. Já o segundo, é um norteador para as possíveis funções que serão inclusas no projeto final.

Todos os produtos apresentados aqui serão analisados de mesmo modo posteriormente. Assim, será possível uma avaliação de quais características poderão ser "aproveitadas".

 

REFERÊNCIAS PARA ROUPAS PARA PREMATUROS

Prematuridade
Bebê de grife
Be Little
Cegonha Feliz
BabyPrem
MotherCare
EarlyBaby

 

REFERÊNCIAS PARA PRODUTOS E APLICATIVOS

helios-01.png

1. Helios, da Instramed

    • Monitora de sinais vitais (frequência cardíaca e oxigenação do sangue)  e envia-os, sem fio, para a central ou para o dispositivo de mão;
    • Quando o paciente está caminhando, o aparelho fica pendurado no pescoço por um cordão; quando deitado fica no suporte, preso à cama;
    • Monitoramento através de software próprio que possibilita cadastro dos pacientes com nome, leito e ajuste máximo e mínimo de cada parâmetro monitorado;
    • Emite sinais sonoros e visuais através do próprio aparelho e do programa quando o paciente apresenta níveis abaixo ou acima do estipulado;
    • Possui um botão de emergência;
    • Também funciona como um repetidor, aumentando o alcance dos sinais dos outros aparelhos;
    • Focado para uso de profissionais.

Por que é uma referência?
Este produto possui várias funções que desejamos em nosso projeto, como central de monitoramento e comunicação sem fio.

 

 

jumper-01.png

2. Oxímetro de Pulso JPD-500F, da Jumper

    • Aparelho colocado no dedo;
    • Monitora oxigenação e batimentos cardíacos;
    • Apresenta parâmetros no aparelho e transmite para app;
    • App possibilita gravar e ver histórico.

Por que é uma referência?
Produto utiliza comunicação via bluetooth e histórico do paciente. Além disto, é leve e portátil.

 

bempu-012.png

3. Bempu

    • Em formato de pulseira, é colocado no pulso do bebê;
    • Monitor de temperatura;
    • Indicação por luzes:
      • azul piscando a cada 5s = temperatura ideal
      • laranja piscante a cada 1s = temperatura abaixo do ideal
    • Sinal sonoro de alerta.

Por que é uma referência?
Aparelho simples, barato e fácil de usar. Além do design impecável.

 

PRODUTOS SEMELHANTES

monbaby-01.png

 

1. Monbaby, da MonDevices

    • Aparelho é fixado na roupa do bebê, na região do peito;
    • Monitora movimentos, respiração e sono;
    • Sinais enviados para app que monitora, grava e emite sinais de alerta.

 

owlet-01-01.png

2. Smart Sock 2, da Owlet

    • Aparelho envolto no pé do bebê;
    • Monitor de pressão e oxigenação;
    • Sinais enviados para app que monitora, grava e emite sinais de alerta.

 

Comftech_geral-01.png

 

3. Newborn Monitoring, da Comftech

    • Roupas para bebês recém-nascidos;
    • Monitora batimentos cardíacos, respiração e movimentos através de sensores espalhados pela roupa;
    • Sinais enviados via Bluetooth para app que monitora e grava.

Análise de Identidade

Para esta etapa, foram escolhidos um produto referência e dois produtos similares. O restante, por não apresentar qualidade suficiente nas categorias abaixo, foram descartados.

 analise 1 (1).png

analise 1 (2).png

analise 1 (5).png

 

analise 1 (4).png

 

analise 1 (5).png

Análise Funcional de Uso

Para esta análise usaremos aplicativos de todos os produtos semelhantes e de referência, com exceção do Bempu, que não possui.

Em cada caso será demonstrado a tela principal de monitoramento. Também será simulado telas como visualizar dados e relatórios, quando o aplicativo permitir.

 

 HELIOShelios_software-1.png

TELA GERAL

Identificação do Paciente
Dados personalizáveis. Para cadastrar ou alterar, basta clicar no campo desejado e digitar.

1. Quarto
Quando não houver registro, o campo aparecerá "---".
É possível fazer alteração em qualquer momento, mesmo após a baixa.

2. Leito
Quando não houver registro, o campo aparecerá "---".
É possível fazer alteração em qualquer momento, mesmo após a baixa.

3. Nome
Quando não houver registro, o campo aparecerá o nome de identificação no monitor (encontrado também no parte traseira).
Não é possível alterar após a baixa.

 

BPM - Batimentos Cardíacos por Minuto

4. Valor. Para desativar o monitoramento, basta clicar no número.

5. Valores mínimos e máximos para monitoramento e alarme. Para editar, basta clicar e digitar.

 

SPO2 - Índice percentual de saturação de oxigênio

6 e 7. Mesmo funcionamento do BPM

 

Valor numérico de segmento ST

8 e 9. Mesmo funcionamento do BPM

 

Alarmes
O aparelho e o programa apresenta avisos sonoros e visuais. A sinalização de um problemas técnicos é feita através de 3 bips emitidos a cada 5 segundos e através da cor amarela. Já a de fisiológicos 1 bip a cada 1 segundo e cor vermelha.

10. Liga/Desliga alarmes técnicos. Um círculo vermelho, cruzado por uma barra, indica que está desabilitado.

11. Liga/Desliga alarmes fisiológicos. Um círculo vermelho, cruzado por uma barra, indica que está desabilitado.

 

PMS - Prevenção de Morte Súbita
Alarme preventivo para casos de taquicardia. Caso esteja ativado e o paciente apresentar características do problema, o programa mostrará um aviso de "Choque Indicado".

12. Vermelho se estiver ativado. Branco com um círculo vermelho, cruzado por uma barra quando desligado.

 

Bateria

13. Indicador da bateria do aparelho.

 

Mensagens

14. Em caso de algum problema, mensagens pré programadas aparecerão neste campo. Ex.: SPO2: Sensor Desconectado.

 

Visualização de Curvas

15. Uma nova janela é aberta, onde pode-se conferir as curvas de ECG e SPO2 e mais informações, se houver. Os detalhes desta tela serão mostrados mais adiante.

 

Alta e Baixa de Paciente

16. Após preencher os campos de identificação do paciente, um botão com a letra B (de baixa) será ativada. Clicando nele, todos os dados começarão a ser gravados, até a alta deste.

17. Quando o paciente não necessitar mais de monitoramento, basta clicar no botão com a letra A (de alta). Ao clicar, os dados gravados serão excluídos do banco de dados e os campos do software serão resetados.

 

helios_software-02.png

VISUALIZAÇÃO DE CURVAS
Esta tela aparecerá após clicar em Visualização de Curvas (15).

1. Curva de BPM

2. Curva de SPO2

3. Liga/Desliga monitoramento

4. Monitoramento de pressão arterial e temperatura, monitorados por outros aparelhos conectados ao Helios.

5. Fechar janela

 

 JUMPER

jumper_app1-01.png

APRESENTAÇÃO E TELA INICIAL

Na primeira vez que o aplicativo é aberto, é mostrado a tela apresentação. Nela são apresentados algumas características do app. 

1. Após uma pequena apresentação, o botão "start to experience" aparece. Após clicar, encaminhará para a tela inicial.

2. Valor de oxigenação sanguínea.

3. Batimentos cardíacos.

4. Índice de perfusão (%PI - obtido a partir de um cálculo entre os dois valores acima).

5. Marcador de tempo de cada ciclo gravado.

6. Curva de SPo2

7. Liga/Desliga som

8. Histórico (tela será apresentada)

9. Configurações de alarmes (tela será apresentada)

10. Ajuda

11. Sinal de comunicação com Bluetooth ligado

 

jumper_app-02.png

HISTÓRICO

Nesta tela são apresentados todas os dados que foram gravados, na seguinte ordem: Oxigenação, Batimentos e PI.

1. Acessar dados gravados no celular.

2. Acessar dados gravados em nuvem (configurado pelo usuário).

3. Nome do usuário, seguido da data no formato AAAA-MM-DD, e por último a hora da gravação.

4. Acessar dados em forma de formulário. Ideal para imprimir.

5. Acessar dados em forma de gráfico.

6. Compartilhar.

7. Voltar para tela inicial

 

jumper_app-03.png

CONFIGURAÇÕES

1. Ativar/Desativar alarmes de mínimo e máximo. Para configurar, basta arrastar o círcilo para o lado.

2. Barra para configurar valores mínimo e máximo para o alarme. Para configurar, basta arrastar as ponteiras.

3. Botão para voltar para tela inicial.

 

 

 MONBABY

monbaby_app1-01.png

TELA INICIAL

Informações do bebê

1. Barra de movimentação

2. Posição do bebê (figura texto)

3. Informações sobre nível de respiração e atividade, além da posição do bebê.

4. Gráfico em curvas das atividades. Quando aberta, fica no lugar dos dados apresentados no item 3
monbaby_app1-02.png

 

Menu fixo

5. Menu lateral (será apresentação mais adiante)

6. Nível de bateria do aparelho

7. Força do sinal para comunicação com o aparelho

8. Configurar "soneca" (tempo que o produto ficará sem emitir alertas)

 

monbaby_app-03.png

 

MENU LATERAL

1. Tela inicial

2. Gráficos (será apresentado logo abaixo)

3. Configurações de alarmes (será apresentado logo mais)

4. Tutorial e ajuda de funcionamento do aplicativo e aparelho. O aplicativo mostrará um guia ilustrado com as principais funções e dúvidas.

5. Calibrar o produto para monitoramento de movimentos. Para isso, o aplicativo pede para colocar o aparelho na posição vertical, voltado para cima.

6. Link para site, redes sociais e termos de serviço e privacidade.

7. Sair de seu login.

 

monbaby_app-04.png

 

GRÁFICOS E HISTÓRICO

Dados gravados pelo aplicativo podem ser facilmente acessados nesta área. O gráfico ver apresenta os movimentos do bebê de acordo com o tempo.

1. Período de tempo em que os dados foram gravados.

2. Ir para o final do gráfico

3. Mostrar o gráfico com curvas suaves ou grosseiras.

4. Mostrar gráfico em toda tela (horizontal)

5. Hora em que aconteceram os parâmetros

 

monbaby_app1-05.png

CONFIGURAÇÃO DE ALARMES

Sinais

1. Conexão com aparelho

2. Bateria do aparelho

 

3. Nome do bebê

 

Alertas

4. Ativar/Desativar

 

 

 SMART SOCK

Por não apresentar opção de demonstração e ter poucas imagens em seu site ou pesquisas na internet, não foi possível fazer uma avaliação muito detalhada.

owlet_app-01.png

TELA INICIAL

1. Menu aberto na lateral (será apresentado logo mais)

2. Foto do bebê

3. Status de saúde do bebê, segundo os parâmetros medidos

4. Detalhes (tela apresentação a seguir)

 

owlet_app-02.png

DETALHES

De maneira organizada e coerente, são apresentados batimentos cardíacos e nível de oxigenação em tempo real.

 

owlet_app-03.png

MENU

1. Foto e nome do bebê, e-mail da conta registrada.

2. Nível de bateria do produto.

 

 

NEW BORN MONITORING

Este é o produto mais semelhante ao desejado e também o mais completo dos analisados. Porém, não foi possível encontrar o aplicativo para download. Apenas foram encontradas algumas telas, sem nenhum explicação de funcionamento. 
Por isso, as avaliações serão superficiais e baseadas em suposições.

comftech_app-01.png

TELA INICIAL

1. Botão para acessar dados do bebê. Ao clicar, encaminha para a tela apresentada abaixo.

Obs.: Por ter a opções de clicar em um nome, pode se supor que há a possibilidade de monitorar mais de um bebê pelo mesmo aplicativo.

 

comftech_app1-02.png

TELA PRINCIPAL

Menu

1. Iniciar gravação

2. Para gravação

3. Configurar alertas

4. Configurações

5. Gráficos (tela apresentada a seguir)

6. Nível de bateria do produto

 

Parâmetros

7. Batimentos cardíacos

8. Respiração

9. Posição do bebê

10. Velocidade (?)

 

comftech_app1-04.png

GRÁFICOS

1. Batimentos cardíacos

2. Respiração

3. Movimento

4. Tirar foto

 

comftech_app-03.png

CONFIGURAÇÕES

1. Nome do bebê

2. Senha

3. Bluetooth

4. Nome do arquivo onde serão salvos os dados gravados.

 

Wearable para Prematuros

Reconstrução (Geração de Alternativas A)

Definição das Funcionalidades e Conteúdos

Abaixo, listamos as principais funcionalidades do aplicativo:

Cadastro e login

 O aplicativo só poderá ser acessado por médicos ou enfermeiros, através de um login e senha. Assim que o cadastro for feito, é solicitado o login e a senha do usuário e depois o usuário tem acesso a todo conteúdo do aplicativo.

 

Menu inicial

O menu inicial do aplicativo dá acesso direto para as principais funções, como visualização geral, adicionar novo paciente, acesso aos pacientes individualmente, além da possibilidade de abertura de um menu lateral. 

 

Visualização geral

Ao entrar no menu de visualização geral, o usuário pode ver todos os bebês que estão cadastrados, e tem uma visualização básica das principais funções medidas pela roupa. Pode clicar no box do bebê que quiser, para ter acesso ao seu cadastro e visualização mais completa da sua situação. Caso um bebê esteja sofrendo com alguma alteração nos sinais vitais, o box com seu nome fica na cor vermelha e um alerta é enviado aos usuários. Caso a bateria da roupa esteja fraca, o box fica amarelo para avisar sobre a recarga.

 

Adicionar

Entrando no menu Adicionar, se faz o cadastro de um novo bebê e, ao final do cadastro, é feita a conexão do app com a roupa, para que as medições sejam iniciadas.

 

Pacientes

Clicando no nome de um dos pacientes, o usuário tem acesso a todos os dados e a situação atual da criança. Caso tenha alguma alteração, o box onde se encontra o problema fica na cor vermelha e é enviado alerta aos usuários, para que possam fazer o atendimento imediato.

 

Alarmes

Os alarmes funcionarão para informar alguma alteração inesperada no paciente. Os usuários cadastrados receberão o alerta informando qual o problema. No alarme se estipula números mínimos e máximos de uma condição normal, e caso saia deste limite, dará a informação com urgência.

 

Histórico

O histórico dos dados de cada paciente fica disponível dentro do perfil de cada  paciente, e servirá para mostrar as alterações que tenham acontecido anteriormente em cada paciente.

 

Storytelling

O storytelling serve para a elaboração de um cenário de uso, e abaixo apresentamos uma narrativa de uso do produto e aplicativo.

 

Maria está grávida de 7 meses e precisa ficar de repouso absoluto por causa de sua pressão alta. Desobedecendo às ordens de sua médica obstetra resolve fazer uma caminhada e passa mal. Ela é rapidamente levada para o hospital por seus familiares e é constatado que é preciso ser feito um parte de emergência. Seu bebê nascerá prematuro.

Seu parto é feito, nasce o pequeno Enzo, que já é encaminhado para a UTI Neonatal logo após os procedimentos padrões pós-parto. Enquanto isso, o enfermeiro João está em outra sala sincronizando a roupa BabyCare com o seu aplicativo, e inserindo todos os dados do bebê como nome, peso, tamanho, data de nascimento e sexo, além dos dados dos papais. Dr. Sandra, médica responsável pelo setor, encaminha Enzo até sua incubadora e coloca a roupa BabyCare, que irá monitorar e alertar sobre saturação de oxigênio, frequência cardíaca e respiratória, pressão arterial e temperatura. Imediatamente aplicativo começa a receber todos os dados monitorados através de Bluetooth. Essas informações poderão ser acessadas pelos médico e enfermeiros através de uma central instalada na UTI, e também em seus aparelhos celulares e tablets, para que tenham todas as informações dos bebês mesmo a distância.

Depois de toda correria do parto, Enzo está estável em sua incubadora, dormindo. João, que está de plantão, verifica que falta agendar a data do reexame do pézinho e vacinas e inclui no aplicativo através da central.

Durante a noite, o enfermeiro, que está em outra sala, recebe um alarme na central da UTI através do sei celular. Imediatamente, observa que existe uma variação nos batimentos cardíacos de Enzo e se encaminha para os primeiros procedimentos necessários. Após a melhora, a médica responsável pode abrir os dados do bebê clicando em seu perfil, e com um clique pode ver o histórico de variações, que foi salvo automaticamente pelo aplicativo.

Assim que o bebê tem alta da UTI, a roupa BabyCare é retirada, desconectada do app, limpa e fica pronta para uso em outro bebê prematuro.

Wireflow com a Descrição da Interação

Wearable para Prematuros

Identidade e Diferenciação

Desenvolvimento da Assinatura Visual

 Para iniciar o processo de criação da identidade visual, escolhemos palavras-chaves relacionadas ao projeto que foram: saúde, prematuro, cuidado e monitoramento. Foram elaborados os moodboards e com eles novos termos, referências de cores e formas para nortear a criação do símbolo e logotipo.

Moodboards

SAÚDE
Médico, coração, batimentos, pressão, gravidez, enfremeiros, acompanhamento, verde, azul, vermelho.MoodBoards-01.png

PREMATURO
Bebê, pequeno, cuidado, fragilidade, encubadora, fralda, bico, mamadeiraMoodBoards-02.png

 

CUIDADO
Carinho, familia, atenção, abraço, proteção, mãos, coração, amor, mãeMoodBoards-03.png

 

MONITORAMENTO
observação, análise, busca, preocupação, cuidado, atenção, tecnologia, dados, sinais, azulMoodBoards-04.png

 Geração de alternativas

A identidade visual da Babycare foi pensada levando em consideração elementos de carinho, afeto, cuidado e amor. Foram geradas as alternativas mostradas abaixo:

_20170627_192224.JPG_20170627_192303.JPG_20170627_192356.JPG

 

Logotipo

 A fonte escolhida para a criação do logotipo foi a Moon, fonte simples, sem serifa, com uma diferenciação de peso entre o Baby e o Care.

Logotipo_Babycare.png

 

 Definição da identidade visual

Partindo dos seguintes elementos, conseguimos construir a identidade visual final:

BabyCare_Leandro_Patricia.png

Logo_BabyCare_Final.png

Escolha Tipográfica

A família tipográfica escolhida para compor a identidade visual foi a Dosis.

 Dosis_Img.jpg

A fonte Dosis foi projetado por Edgar Tolentino, refinado e estendido por Pablo Impallari, espaçado por Igino Marini iKern. É uma família muito simples, arredondada, sem serifa. Os pesos mais leves são minimalistas. Os pesos mais ousados ​​têm mais personalidade. O peso médio é bom e equilibrado. O resultado geral é uma família limpa e moderna, que pode expressar uma ampla gama de vozes e sentimentos.

Escolha do Padrão cromático

Fizemos uma análise, e as cores escolhidas para a identidade visual foram o azul e chumbo.
Como cor complementar à identidade, temos o rosa.

pad_crom.jpg

Definição Imagética

Por ter melhor visualização, decidimos por trabalhar com ícones sem contorno e com uma cor de preenchimento. 

Abaixo a lista completa de todos ícones utilizados no aplicativo. 

todos_icones.png

Diferenciação

No mapeamento de diferenciação, definimos como meta uma identidade visual que tivesse um equilíbrio entre amigável e delicada.
Constatamos que produtos concorrentes, que são feitos para crianças tem tendência a uma identidade delicada, ao contrário do Helios, que vai em direção oposta, pois é feito para o público adulto.

diferenciacao.jpg

Desenho das telas da interface

ESCOPO

Antes de começar a desenhar as telas, definimos a estrutura do aplicativo. Para isto, utilizamos o método de card sorting.

Primeiramente utilizamos as fichas para definir quais telas seriam necessárias e qual o fluxo entre elas.

estrutura_postit.jpg

Depois de bem definido, partimos definição de conteúdo. Utilizamos fichas amarelo claro para indicar a tela referente, rosa para informações e verde para botões.

Telas.jpg

 WIREFRAMES

Com todo conteúdo e distribuição definidos, começamos a desenhar as telas. Sem pensar em detalhes ou imagética, apenas na disposição de texto, botões, menu, etc.

via GIPHY

Protótipo Interativo

Considerações finais

Apresentação Final para a Disciplina

 

Wearable para Prematuros

Referências Bibliográficas

Recomendadas e Aceitas

Gerais

  • 5. Buarque de Holanda Ferreira, Aurélio. Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa, Revista e atualizada do Aurélio Século XXI. 3ª Edição. Brasil: Editora Positivo. 2004; 6. SAFFER, Dan. Designing for Interaction: Creating Smart Applica- tions and Clever Devices. New Riders, 2006; 10. Picard, Rosalind W.; Healey, Jennifer; "Affective Wearables"; Massachussets Institute of Technology; 1997.
  • http://www.instramed.com.br/helios.html http://www.jumper-medical.com/enindex.php/pro_view/59 http://www.bempu.com/ https://monbaby.com/